Imagem de um motorista com um volante, peça que compõe a direção do carro.

Você já imaginou como seria dirigir um carro sem direção? A direção é um sistema essencial para qualquer veículo. Sem ela, seria impossível controlar o carro com precisão e segurança. Neste texto, você aprenderá tudo o que precisa saber sobre a direção de carro, incluindo:

 

  • O que compõe a direção de carro?
  • Quais são os principais tipos de direção de carro?
  • Como identificar problemas no sistema de direção de carro?

 

Além disso, você conhecerá a Ampri, uma empresa que atua no mercado automotivo de reposição e oferece peças, componentes de direção para veículos de todas as marcas e modelos. Então, continue lendo para saber mais!

 

O que é sistema de direção de um veículo?

A direção do carro é responsável por transmitir os movimentos do volante para as rodas, direcionando o veículo. O sistema é essencial para a segurança e o conforto na condução, porque permite ao motorista controlar o movimento do carro com facilidade e precisão. 

Independentemente do tipo de sistema de direção, os componentes que compõe o sistema de direção de carro, são:

 

  • Volante: É o componente que o motorista usa para controlar o sistema de direção. Hoje, as montadoras de veículos utilizam volantes multifunções, com controles de multimídia e, alguns modelos, com a possibilidade de trocar de marcha.
  • Coluna de direção: É a estrutura que conecta o volante ao sistema de direção, transformando o comando do motorista em movimento.
  • Caixa de direção: Converte o movimento rotativo do volante em movimento lateral das rodas, permitindo que o condutor controle a direção do veículo. Há dois tipos principais: a caixa de direção mecânica e caixa de direção assistida eletricamente, que oferece assistência ao motorista para girar o volante com menos esforço.
  • Terminal de direção: É um componente essencial no sistema de direção de um veículo. Nas extremidades da cremalheira, duas hastes são ligadas, formando os terminais de direção.

 

Conheça os 3 tipos de direção de carro

Existem três tipos principais de sistemas de direção do carro: direção hidráulica, direção elétrica e direção mecânica manual. Cada um desses sistemas tem suas próprias características, vantagens e desvantagens. Entenda a seguir! 

 

Direção mecânica manual

Na direção mecânica nesse sistema, o movimento do volante é diretamente conectado às rodas por meio de um conjunto mecânico de barras e pinhões. É o tipo mais comum em carros antigos, mas devido ao desconforto para o motorista, deixou de ser usado nos veículos mais modernos. 

Este sistema é mais durável que outros sistemas e é relativamente simples de manter, porque demanda pouca manutenção e tem baixo custo. No entanto, requer mais esforço físico do condutor, especialmente em manobras de estacionamento, em curvas fechadas e em estradas com irregularidades.

 

Direção hidráulica

Presente no Brasil desde os anos 60, a direção hidráulica surgiu para diminuir o esforço do motorista na condução. Basicamente, utiliza fluido sob pressão para auxiliar o movimento do volante. Para isso, a bomba hidráulica, que fica ligada enquanto o motor estiver em funcionamento, é acionada pelo motor do carro para fornecer a assistência.

Uma das vantagens da direção hidráulica é o menor esforço físico do condutor, tornando a direção mais leve. Por isso, oferece uma sensação de direção mais suave e melhor resposta em alta velocidade.

Por outro lado, esse tipo de sistema requer uma manutenção maior mais especializada, porque pode haver vazamento de óleo no veículo, o que encarece o custo a longo prazo. Além disso, o óleo precisa ser trocado a cada 30 mil quilômetros rodados ou um ano, segundo o manual da fabricante. 

 

Direção elétrica

Sistema mais comum nos veículos novos, o sistema com assistência elétrica utiliza um motor elétrico para auxiliar no movimento do volante. Há ainda um conjunto de sensores ópticos que captam o movimento do volante, tornando a condução mais segura e leve.

Entre as vantagens, o motorista conta com uma condução mais eficiente, mas com baixo consumo de energia e combustível do veículo. As desvantagens incluem barulhos na condução e maior possibilidade de falhas na direção quando há problemas no sistema elétrico do carro. Também pode ter a manutenção mais cara.

 

Manutenção e cuidados com a direção de carro

Para garantir que o sistema de direção funcione corretamente, é importante realizar a manutenção automotiva periódica. A manutenção preventiva pode ajudar a evitar problemas sérios e garantir a segurança do motorista e dos passageiros.

Essa recomendação é importante porque ajuda a garantir que o sistema de direção funcione corretamente e que não haja problemas que possam causar acidentes ou danos ao carro.

Na manutenção, é necessário avaliar o alinhamento da direção do veículo para garantir que as rodas estejam alinhadas corretamente. Isso contribui para o conforto e a segurança do carro.

Em contrapartida, um alinhamento com problemas pode causar:

 

  • Dificuldade em manobrar o carro;
  • Maior desgaste dos pneus;
  • Maior consumo de combustível;
  • Aumento do risco de acidentes.

 

O alinhamento da direção deve ser feito a cada 10.000 km ou segundo as recomendações do fabricante do veículo.

As partes móveis do sistema de direção, como os terminais de direção, devem ser limpas e lubrificadas, verificadas regularmente. A limpeza ajuda a remover a sujeira e os detritos que podem causar desgaste, enquanto a lubrificação ajuda a reduzir o atrito e prolongar a vida útil das peças. Ambos os processos devem ser realizados de acordo com o manual do fabricante. 

 

Sinais de problemas no sistema de direção de carro

Imagine você dirigindo e, de repente, sente que o veículo está puxando mais para um lado. Isso pode ser um sinal de que algo está errado no sistema de direção do carro. 

A manutenção preventiva do carro é essencial para garantir a segurança do motorista, dos passageiros e dos pedestres; por isso, não ignore os sinais de problemas no sistema. Leve o carro a um mecânico qualificado para uma avaliação o mais rápido possível quando detectar:

Ruídos na direção: Rangidos, estalos e batidas, podem indicar problemas nos componentes da direção, como a caixa de direção, os terminais de direção ou as juntas homocinéticas.

Dificuldade em girar o volante: Se o volante estiver muito duro ou difícil de girar, pode ser um sinal de problemas na caixa de direção, nos terminais de direção ou outras engrenagens.

Puxar para um lado: Se o carro estiver puxando para um lado, pode ser um sinal de problemas no alinhamento da direção, nos pneus ou no sistema de freios.

Vibração do volante: Vibrações incomuns no volante também podem apontar para problemas na caixa de direção.

 

Conheça a Ampri

Além da manutenção, o sistema de direção de um veículo precisa de peças de qualidade para garantir a segurança e o conforto do motorista e dos passageiros. Nesse sentido, a Ampri investe continuamente em tecnologia e inovação para oferecer produtos que atendam aos mais altos padrões.

A Ampri é uma empresa brasileira fundada em 1998 que atua no mercado automotivo de reposição. Com foco na fabricação de componentes de direção, a empresa busca destaque pela qualidade de seus produtos e atendimento ao cliente.

Se você busca peças de direção de qualidade para o seu carro, a Ampri é a escolha certa.

>>> Acesse o site e conheça mais sobre seus produtos e serviços.